Grupo Terapêutico | Caravaggio 2021

Ainda é cedo e os peregrinos já estão prontos para peregrinar rumo ao Santuário de Nossa Senhora do Caravaggio

 

 

 

Participe de uma jornada existencialmente profunda. Venha para o “Grupo Terapêutico | Caminhos de Caravaggio”, que se inicia em agosto e encerra em dezembro de 2021, e vai ser facilitado pela terapeuta Derci Womeyer e pelo psicólogo Mhanoel Mendes, do Oikos.
Vão ser cinco encontros – um dos quais, o próprio caminho no Rio Grande do Sul – objetivando a preparação física, psicológica e espiritual. O trajeto é de 220 km e inicia em Canela, passa por Gramado, Caxias do Sul, Nova Petrópolis, até chegar no santuário de Nossa Senhora do Caravaggio, em Farroupilha, na serra gaúcha.
Grupo Terapêutico Caminhos de Caravaggio, uma jornada iniciática rumo ao coração.
Vagas limitas!

Grupo Terapêutico | Caminhos de Caravaggio

– O que é o GT|CC ( Grupo Terapêutico|Caminhos de Caravaggio)?
São peregrinos que optam por caminhar em grupo com olhar terapêutico e espiritual (não religioso). É uma linda jornada cujo foco abre-se, sai do corpo e ganha a inteireza do ser.

– O que é o Caminhos de Caravaggio?
É uma trilha de cerca de 220 km entre Canela e Gramado, passando por Caxias do Sul, Nova Petrópolis – na serra gaúcha -, até chegar ao Santuário de Farroupilha, no Rio Grande do Sul.

– Quem pode participar?
Qualquer pessoa maior de idade (as menores, com autorização dos pais) que se sintam chamadas a fazer esta caminhada pra “fora” e pra “dentro”.

– O que é necessário?
Atestado médico atual, aceitar as condições propostas pelo Oikos, entrega, amizade, motivação e “embudiasmo”.

– Existe um número mínimo e máximo de peregrino?
Sim, as vagas são limitadas. O número mínimo de peregrino está estipulado em quatro e o máximo, o dobro disso, ou seja, oito peregrinos.  A base mínimo de quatro é a sustentabilidade do GT e a base máxima leva em conta a questão vivencial do grupo e também logísticas durante a peregrinação ao Santuário.

– Quantos dias devo reservar?
Para a peregrinação, em si, serão necessários 12 dias, ou seja, um dia pra ir, um pra vir pra Criciúma e 10 para peregrinar. Além disso, mais quatro finais de semana para a preparação em grupo; três antes do caminho e o último para fechar o processo.

– Quantos encontros terá o Grupo Terapêutico?
Estão previstos para o GT| Caravaggio cinco encontros: três de preparação, um para a peregrinação, e o último para fechamento do grupo.

Para chegar ao Santuário, basta seguir as flechas amarelas; e qual flecha seguimos em nosso existência?

Quais as datas do GT | Caravaggio?
. Primeiro encontro (abertura) | Agosto (Abertura do GT):
De 13 a 15, de sexta-feira às 19h28 a domingo às 13h28.
Investimento: R$ 503,00.

. Segundo encontro | Setembro:
De 3 a 7, de sexta-feira às 19h28 a terça-feira (feriado), às 13h28.
Investimento: R$ 908,00

. Terceiro encontro | Outubro:
De 8 a 12, de sexta-feira às 19h28 a terça-feira (feriado), às 13h28.
Investimento: R$ 908,00

. Quarto encontro | Novembro (Caminhos de Caravaggio)
De 2 a 13/11
Partimos de carro|van dia 2/11, terça-feira (feriado), às 8h08 do Oikos, com previsão de chegada ao Oikos, dia 13 de novembro, sexta-feira, no meio da tarde.
Investimento: vide “Quais os custos individuais?”.

. Quinto encontro | Dezembro (Encerramento do GT):
De 10 a 12, de sexta-feira às 19h28 a domingo, às 13h28.
Investimento: R$ 503,00.

“Minha alma é nômade, eu preciso estar sempre pronto”…

– Quais as diretrizes do GT?
Durante os cinco encontros do GT, os participantes vão ter todo acompanhamento e assessoramento do psicólogo Mhanoel Mendes, da Psicoterapeuta e professora de Yoga, Derci Wotmeyer, e possivelmente do Educador físico e personal trainer, Magnus de Sousa (A confirmar). Neste tempo de vigência do GT, durante a peregrinação ao Santuário de N.S. do Caravaggio e até o encerramento, os participantes do grupo vão passar por sessões terapêuticas individuais e de grupo, além de, se for o caso, outras terapias.

– Quando iniciam as terapias individuais?
As terapias individuais e de grupo iniciam no primeiro dia do GT marcado para os dia 13 de agosto e se estendem até uma semana após o encerramento, previsto para 13 de dezembro de 2021. As sessões terapêuticas individuais poderão ser tanto presenciais, no Oikos, quanto On-line.

– Quando iniciam as terapias de grupo?
As terapias de grupo iniciam no primeiro dia do GT, marcado para 13 de agosto e se estendem até o encerramento, previsto para 12 de dezembro de 2021. E, como o próprio nome diz, elas só ocorrerão quando o grupo estiver reunido e não será realizada – salvo necessidade – de forma On-line, somente presencial.

– Para entrar e sair do GT?
Para entrar no GT, basta fazer sua inscrição e participar dos encontros. Depois de realizado o segundo encontro, não mais serão aceitos novos membros e quem, por razões pessoais, precisar deixá-lo, poderá fazer em qualquer momento.
Àqueles que nunca participaram de uma caminhada com este grau de dificuldade, sugere-se participar do Retiro Caminhada, realizado no Oikos.

– Quais os custos individuais?
Cada participante do GT | Caravaggio vai investir 4 parcelas, das quais duas de R$ 503,00  e duas de R$ 908, 00 nos encontros no Oikos, onde estão incluídas despesas como alimentação, pernoite, facilitação e terapias.
Além deste investimento acima, cada indivíduo ainda vai financiar o deslocamento até Canela e a vinda até Criciúma, sua estada durante os dez dias de peregrinação, projeção esta orçada em cerca de R$ 2.000,00.

Quais os custos que serão divididos em grupo?
Além do investimento individual exposto acima, cada participante do GT | Caravaggio vai dividir as despesas do caminho do facilitador Mhanoel Mendes, orçadas em R$ 2.500,00. Portanto, este custo vai depender do número de participante e isso será discutido antes de realizar o primeiro encontro e de formar o grupo.

Questões não previstas?
Questões não previstas deverão ser debatidas abertamente no grupo e encaminhadas “por consenso”.

O peregrino do Grupo Terapêutico é convidado a fazer a jornada pra dentro de si.

CRONOGRAMA DO GT | CARAVAGGIO ‘2021

Agosto:
13 a 15 – Encontro de abertura do GT
15 a 20 – Primeira sessão de terapia individual
22 a 28 – Segunda sessão de terapia individual
30 e 31 – Terceira sessão de terapia individual

Setembro:
3 a 7 – Segundo Encontro do GT
1 a 4 – Terceira sessão de terapia individual
5 a 11 – Quarta sessão de terapia individual
12 a 18 – Quinta sessão de terapia individual
19 a 25 – Sexta sessão de terapia individual
26 a 30 – Sétima sessão de terapia individual

Outubro:
1 e 2 – Sétima sessão de terapia individual
3 a 9 – Oitava sessão de terapia individual
8 a 12 – Terceiro Encontro do GT
10 a 16 – Nona sessão de terapia individual
17 a 23 – Décima sessão de terapia individual
24 a 30 – Décima primeira sessão de terapia individual

Novembro:
2 a 13 – Quarto Encontro do GT | Caminhando ao Santuário de Caravaggio
1 a 6 – Décima segunda sessão de terapia individual
4 a 11 – Caminhos de Caravaggio
21 a 27 – Décima terceira sessão de terapia individual
28 a 30 – Décima quarta sessão de terapia individual

Dezembro:
1 a 4 – Décima quarta sessão de terapia individual
5 a 11 – Décima quinta sessão de terapia individual
10 a 12 – Quinto Encontro do GT (Encerramento)
12 a 18 – Décima sexta e última sessão de terapia individual

Inscrição: Solicite a  ficha de inscrição (FI)  para ser preenchida e será validada mediante o comprovante de pagamento da sua inscrição que será o valor do Primeiro encontro (abertura) | Agosto (Abertura do GT):
De 13 a 15, de sexta-feira às 19h28 a domingo às 13h28.
Investimento: R$ 503,00. 

* Via PIX chave derci@oikos.org.br
*ou Depósito via Banco do Brasil ag. 0407-3 c.c. 85.121-3 (Derci Wotmeyer – CPF 77594746953)
Favor encaminhar sua FI juntamente com o comprovante de pagamento para o
(48) 99836.8873 (Whatsapp) ou email derci@oikos.org.br

 

Assista o vídeo do último Grupo Terapêutico, realizado em setembro de 2020. Clique no link abaixo:
https://www.youtube.com/watch?v=0E4xVoWp2mk&t=1s

DEPOIMENTOS & FOTOS

“Foram dias de conversas, cantos, danças, calor, frio, amizade, cuidado e muito suor, além de bolhas e flores. Conhecer pessoas, lugares, sabores, estar disponível para o novo… a leveza do início da caminhada perdura até hoje”.
(DErci Wotmeyer, psicoterapeuta, facilitadora de Yoga, alquimizadora de alimento natural e peregrina)

“Assim como na vida há obstáculos, muitas vezes criados por nossos próprios pensamentos, nos podamos, nos sabotamos, mas o caminho está ali e conseguimos seguir. Eu me superei fisicamente mas, principalmente, mentalmente. Sou grata, pelos meus companheiros de caminhada, pelas pessoas que conheci, pelas belezas que vi, pelo que vivenciei. Hoje, me considero peregrina. O fim do Caminhos de Caravaggio na chegada ao Santuário, foi começo do meu caminho”.
(Kelly Cardoso, advogada, professora, pesquisadora e peregrina)

“No caminho encontrei minha criança (moleca e com energia), minha juventude e minha maturidade. Com elas me conectei cantando músicas resgatadas no baú do tempo, comendo laranjas e ameixas colhidas no caminho, brincando, conversando, gargalhando, chorando e no silêncio dos passos. Paralelamente, teve dias que encontramos muitas crianças, outros muitos trabalhadores e idosos. Posso dizer que no caminho, pude percorrer várias fases da vida e observá-las nas pessoas que nele se apresentaram”.
( Liliane Gruhn, professora, advogada e peregrina)

“O Caminho de Caravaggio foi uma experiência incrível. Por mais que eu tente transcrever o que se passou e ainda esta passando em relação aos meus sentimentos, não chega aos pés do que, verdadeiramente, é percorrer o caminho. Considero-me hoje um caminhante, uma pessoa que encontrou no simples ato de caminhar e o motivo para se reencontrar”.
( Magnus de Sousa,  educador físico, personal treiner e peregrino)

Foto oficial de chegada no Santuário de Caravaggio, em Farroupilha.

 

Visitar vinícolas e saborear o vinho da terra é uma alegria especial

 

O calçado é um item importante neste caminho, formado por muitas subidas e descidas

 

As flechas amarelas levam a Farroupilha, e as flechas azuis para quem faz o caminho contrário, caminhantes que peregrina a Canela.

 

É muito o interessante que os peregrinos tem com as pessoas nativas

Caminho, amizade, sombra, paz, amor… é indizível estar aqui

De cidade em cidade, de comunidade em comunidade se faz o caminho

As pontes sempre são extensão do caminho; elas ligam um trecho a outro

Incríveis paisagens da serra gaúcha contribuem para um caminho mágico.

 

 

 

 

Em um profundo exercício de desapego, a mochila é a nossa casa

A água reflete o caminhante, que olha pra frente e segue a sina de peregrinar