Terra, a nossa galinha


TERRA, A NOSSA GALINHA

(*) Mhanoel Mendes

Aqui, onde vivemos, a gente, literalmente, dá nome aos bois. Tem o sapo Godofredo, o tico-tico Tico, as cachorras Dama e Loba, o galo GaloDério. Temos até a galinha cujo nome é Terra.
A gente tem um acordo com a Terra: nós cuidamos dela, a protegendo dos predadores, oferecemos alimento, e, em troca, ela nos oferece ovos, pena e estrume, que se transforma em esterco, que vira batata, alface, couve, repolho…
Desde que chegamos aqui, asseguramos que a galinha siga sua sina natural de nascer, crescer, viver e morrer sem que este ciclo seja interrompido. Aqui, ela vai morrer quando é hora disso acontecer. Não tem de 28 ou 42 dias contados em confinamento, por exemplo.
Continue lendo

Estudantes do CHS de Criciuma passam a tarde no Oikos

Grupo de estudantes e professores do Colégio Ser de Criciúma

Grupo de estudantes e professores do Colégio Ser de Criciúma

Cerca de 40 pessoas, entre estudantes e professores do Colegio Hermann Spetmann de Criciúma, passaram a tarde desta quarta-feira, 9 de outubro, no Oikos. Durante toda a tarde, o grupo pode conhecer e vivenciar a ecossustentabilidade do espaço, tendo uma aula diferente.
Inicialmente o grupo fez algumas dinâmicas e brincadeiras no Lar de Encontros, para depois ganhar a rua e conhecer o espaço. Eles conheceram o processo de coleta e tratamento da agua, que é dividida em três: agua branca, cinza e preta. A horta ecológica, sem agrotóxico implantada em cima da argila, além da cisterna, um chuveiro solar, lâmpadas solares.
O grupo de estudantes esteve acompanhado por quatro professores, detre eles, a Diretora do colegio professora Dani
Um ponto alto da visita, foi a trilha, a subida até o Lar da Arvore e o silencio no Lar de Meditação.
O encontro foi facilitado pelos moradores do Oikos: Mhanoel Mendes, De Wotmeyer e Giu Micheluzzi.
Nossa gratidão e honra pela presença.
Apareçam, amigos!

Continue lendo